sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

Preço do caranguejo sofre reajuste de cerca de 7% no mês de janeiro, no PA

Caranguejada é um prato típico da culinária paraibana e fácil de preparar (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco)
Uma pesquisa do Dieese/PA mostra a trajetória de alta no preço do caranguejo comercializado em feiras e mercados municipais de Belém. No mês de janeiro de 2016, o reajuste médio no preço do caranguejo tipo médio foi de 6,57%. Nos últimos 12 meses o reajuste foi superior a inflação, atingindo quase 13%.
Depois de fechar o ano com altas generalizadas, o caranguejo consumido pelos paraenses voltou a ficar mais caro neste inicio de 2016. Em janeiro de 2015 a unidade do caranguejo foi comercializada, em média, a R$ 1,87; em dezembro do mesmo ano foi vendida a R$ 1,98 e no mês passado foi encontrada custando em média R$ 2,11.
Ainda de acordo com as pesquisas, os preços da unidade do caranguejo variaram na última semana do mês passado, entre R$ 1,50 a R$ 2,50 nos vários locais de venda pesquisados. Segundo o Dieese/PA, os reflexos desta trajetória de alta no preço do caranguejo estão sendo sentido pelos paraenses na aquisição do produto e seus derivados em bares e restaurantes da Grande Belém e de todo o estado.
Para o este primeiro trimestre, o Dieese acredita em novas altas no preço do caranguejo comercializado, não só na capital, mas em todo o estado devido a vários fatores que envolvem a comercialização, entre eles a diminuição da oferta do produto nos principais locais de venda, por causa do período do defeso, em que ficam proibidos a captura, o transporte, o armazenamento, o beneficiamento e a comercialização do produto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário